Última hora
This content is not available in your region

O desafio da reciclagem do plástico na UE

euronews_icons_loading
O desafio da reciclagem do plástico na UE
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O lixo gerado pelo plástico descartável tornou-se num enorme problema ambiental. Algumas empresas europeias investem em materiais mais facilmente recicláveis para minimizar o impacto ambiental do plástico.

A euronews visitou a Alpla, uma das líderes de mercado do setor da produção de embalagens de plástico. A empresa austríaca produz garrafas a partir de Polietileno tereftalato (PET), um polímero produzido a partir do petróleo que, segundo a empresa, pode ser reutilizado várias vezes. Atualmente, uma grande parte dos países da União Europeia falha as metas de reciclagem do plástico.

A reutilização do plástico

"A grande vantagem do PET é o facto de ser fácil de reciclar e reutilizar várias vezes. A produção deste material reciclado produz menos 90% de CO2 que outros materiais. É um contributo importante para a proteção do clima", afirmou à euronews Christoph Hoffmann, Diretor do Departamento de Estratégia Empresarial, Sustentabilidade e Economia Circular da Alpla.

A empresa austríaca de latícinios Nöm utiliza embalagens de PET. "Com o PET, produzimos menos 20% do C02, ao nível do transporte. Seria preciso multiplicar por 23 o número de camiões necessários para transportar igual quantidade de garrafas de vidro", disse Erik Hofstädter diretor de Estratégia, Marketing e Inovação da Nöm.

Comissão Europeia lança Circular Plastics Alliance

No âmbito do Pacto Ecológico Europeu, a Comissão Europeia propõe uma série de medidas para reforçar a proteção do ambiente, incluindo uma nova política industrial baseada na economia circular.

No final de 2019, a Comissão Europeia lançou a Circular Plastics Alliance. Mais de uma centena de empresas e organizações comprometeram-se a aumentar a utilização de materiais reciclados. "A nossa ambição é produzir uma embalagem que seja o mais sustentável possível. Vamos reforçar as nossas atividades de reciclagem. Queremos inovar e usar menos matéria-prima", disse Christoph Hoffmann, Diretor do Departamento de Estratégia Empresarial, Sustentabilidade e Economia Circular da Alpla.

10 milhões de toneladas de plástico reciclado até 2025

O objetivo da Comissão Europeia é chegar às dez milhões de toneladas de plástico reutilizado até 2025. O Conselho Europeu da Indústria Química (CEIQ), que representa as grandes empresas do setor do plástico, é um dos signatários do documento. "Os plásticos são indispensáveis nos domínios do clima, dos telemóveis, ou dos produtos médicos. Precisamos de soluções para conservar as vantagens do plástico e, ao mesmo tempo, evitar a poluição. A economia circular faz parte dessa solução", considerou Sylvia Hofinger, diretora-geral da CEIQ e representante do lobi da indústria química.

euronews
Sylvia Hofinger, diretora do Conselho Europeu da Indústria Químicaeuronews

"Precisamos de garantir que os plásticos não poluam o ambiente"

A euronews falou com Sylvia Hofinger, diretora do Conselho Europeu da Indústria Química, sobre os objetivos da Circular Plastics Alliance.

euronews: "O que é a Circular Plastics Alliance?"

Sylvia Hofinger: "É uma associação de mais de 170 empresas do setor europeu dos plásticos que ambiciona aumentar a reciclagem do plástico e incentivar a economia circular na União Europeia. A Comissão Europeia apoia esta visão. Todos os participantes têm de contribuir para que se possa atingir a meta de reciclagem de dez milhões de toneladas de plástico na UE até 2025".

euronews: "Existe uma enorme quantidade de plástico no ambiente, especialmente nos rios e oceanos. Não acha que é preciso reduzir a utilização do plástico e não apenas reciclar mais?"

Sylvia Hofinger: "É preciso analisar a situação de forma detalhada. É claro que não deve haver plástico na natureza. Por outro lado, o plástico tem propriedades muito interessantes e tornou-se num material amplamente utilizado. Precisamos de plástico para produzir tecnologias ambientais, na medicina, para produzir produtos que usamos diariamente, como telemóveis. Ou seja, precisamos de uma solução inteligente para aproveitar as vantagens do plástico, e, ao mesmo tempo, impedir que ele contamine o meio ambiente. Através da economia circular podemos chegar a uma situação positiva para as pessoas e para o meio ambiente".

Precisamos de garantir que os plásticos não poluam o ambiente
Sylvia Hofinger
diretora-geral da CEIQ

euronews: "No futuro, o plástico vai gerar menos preocupações?"

Sylvia Hofinger: "Estou otimista em relação ao futuro. Se conseguirmos implementar uma economia circular, podemos convencer as pessoas de que o plástico é um material demasiado valioso para ser deitado fora. Deixe-me dar um exemplo. No caso das embalagens alimentares, a pegada ecológica dos alimentos é geralmente trinta vezes maior que a pegada ecológica das embalagens. Se economizarmos ao nível das embalagens, não melhoramos o ambiente nem o clima, na medida que estragaremos mais comida. Precisamos de uma discussão baseada em factos. As pessoas vão perceber que os plásticos têm vantagens. Mas uma coisa é certa: precisamos de garantir que os plásticos não poluam o ambiente".

Factos úteis

  • A UE utiliza anualmente mais de 50 milhões de toneladas de plástico. Mais de 25 milhões de toneladas de lixo plástico são recolhidas todos os anos, mas, menos de um terço é reciclada.
  • A Circular Plastics Alliance (CPA), uma iniciativa promovida pela Comissão Europeia, visa aumentar o mercado europeu de plásticos reciclados para 10 milhões de toneladas até 2025. Atualmente, a aliança inclui mais de 178 organizações que representam a indústria, o mundo académico e as autoridades públicas.
  • O Pacto Ecológico Europeu proposto pela Comissão Europeia destaca a necessidade de mobilizar a indústria para alcançar uma economia circular e neutra em carbono. Em março de 2020, a Comissão Europeia deverá adotar um Plano de Ação para a Economia Circular baseado no princípio da sustentabilidade e na redução e reutilização de materiais.

Ligações Úteis

Circular Plastics Alliance

Compromissos voluntários

Pacto Ecológico Europeu

A estratégia para os plásticos