Última hora
This content is not available in your region

Bioprodutos aproximam leite em pó do leite materno

euronews_icons_loading
Bioprodutos aproximam leite em pó do leite materno
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O leite materno está repleto de elementos como os oligossacarídeos, que protegem a saúde do bebé de infeções virais e bacterianas. Estes hidratos de carbono são o terceiro componente mais importante do leite produzido pelas mães. Agora também podem ser desenvolvidos em grande escala e a baixo custo, a partir de bioprodutos, e incluídos no leite em pó para bebés.

O projeto europeu Bio Base Europe Pilot Plant (BBEPP), com sede em Gante, na Bélgica, está a desenvolver bioprodutos à escala industrial. O conceito inovador é explicado por Wim Soetaert, diretor executivo da empresa

"Um produto de base biológica, é um produto, que pode ser todo o tipo de coisas, pode ser plástico, um ingrediente alimentar, um químico, pode ser quase tudo. Mas é baseado em biomassa, é uma planta normal. E o essencial disso é que é renovável.

Num antigo quartel de bombeiros nasceu uma fábrica piloto única na Europa. Os clientes chegam com bioprodutos inovadores em pequena escala, com o objetivo de passarem de gramas a toneladas. Desde 2008, a transformação já beneficiou 120 empresas e 45 projetos públicos.

O investimento total no projeto é de 12,9 milhões de euros, dos quais 3,4 milhões de euros foram financiados pela política de coesão europeia. Até à data, 322 projetos foram concluídos com o setor industrial.

A unidade-piloto de Gante continuou a produzir mesmo durante a crise da covid-19. A variedade de projetos de toda a Europa fascina a engenheira Isabel Prieto, da BBEPP.

"O mais importante e o que mais me agrada no trabalho é que todos nós temos o mesmo objetivo de poder implementar esta bioeconomia no mundo e que os políticos e as pessoas percebam que podemos".

Esse é também o objetivo da Inbiose, empresa onde Wesley Carpentier trabalha e que está a desenvolver vários produtos, entre os quais os oligossacarídeos para leite em pó para bebés.

"É através de processos de fermentação avançados que somos agora capazes de produzir estes hidratos de carbono a preços acessíveis e em muito grande escala. E aqui podemos vê-lo. É um simples pó branco e fofo. Parece açúcar, tem um sabor um pouco doce, mas na verdade é um oligossacarídeo muito avançado. É exatamente a mesma molécula que encontramos no leite humano", conta.

Antes, os oligossacarídeos estavam completamente ausentes da fórmula do leite em pó para crianças. No entanto, são essenciais para ajudar os sistemas imunitários dos bebés durante os primeiros meses de vida.