Última hora
This content is not available in your region

O contributo da pesca recreativa para a economia azul

O contributo da pesca recreativa para a economia azul
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A pesca é um dos passatempos mais populares no nordeste de Espanha e em muitas outras regiões costeiras. Estudos indicam que cerca de nove milhões de europeus pescam por prazer.

Estima-se que a pesca marítima recreativa na Europa gere 10 mil milhões de euros em atividade económica e quase 100 mil empregos a tempo inteiro.

A pesca de lazer é muito diversificada, pessoas de vários escalões demográficos pescam usando diferentes instrumentos, desde cana e linha a espingardas de caça submarina. É importante estudar o impacto combinado na biodiversidade marinha, e tê-lo em conta para uma gestão sustentável dos recursos naturais.

Uma regulamentação e um controlo adequados devem também minimizar os confrontos com outros utilizadores do mar. Por exemplo, estes mergulhadores gostam de encontrar a fauna subaquática no habitat natural, sem que os animais sejam perturbados pelos pescadores. O equilíbrio de interesses conflituosos requer diálogo e compromisso.

A Europa pretende apoiar a pesca recreativa como parte crescente da chamada economia azul, mantendo-a ao mesmo tempo sustentável. Novas ferramentas , como aplicações móveis para declarar capturas recreativas, podem vir a ajudar a alcançar esse objetivo.

Com o apoio crescente da comunidade pesqueira amadora, os mares da Europa podem ser mantidos saudáveis e abertos a todos.