Última hora
This content is not available in your region

Festival de música "Black Noise" na Hungria

euronews_icons_loading
Festival de música "Black Noise" na Hungria
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar de estarem proibidas concentrações de mais de 500 pessoas na Hungria, o Festival de música " Black Noise", que decorre nas montanhas de Mátra, realizou-se com medidas de segurança adequadas.

"Não era certo que o conseguíssemos fazer e só tivemos essa oportunidade porque somos realmente pequenos. Se isto fosse, digamos, um festival com 2000 visitantes por dia, não poderia ser razoavelmente reduzido e continuar a ser agradável", diz o organizador Balázs Varga

Lavar as mãos é a palavra de ordem e há conselhos de higiene e segurança por todo o lado, mas não se vê nem uma máscara.

O repórter da Euronews, Ádám Magyar, explica as regras: "Podem entrar 800 pessoas no parque de campismo onde se realiza o festival, mas só 500 podem estar em frente aos palcos e, para ir a um concerto, é preciso validar o seu passe eletrónico no portão.

E os festivaleiros não vieram só da Hungria.

Uma jovem diz: "Sinceramente, não tinha a certeza se era uma boa ideia vir, mas este foi o único evento que realmente aconteceu durante todo este ano".

Um jovem francês, afirma: "Quase tudo foi cancelado ou adiado e é realmente difícil neste momento participar num evento ou festival em França. Por isso estamos realmente a desfrutar do nosso momento na Hungria, porque ainda se pode organizar festas, e isso é muito fixe".

O vocalista do grupo Galloping Coroners, Attila Grandpierre, considera: "Há muito menos concertos e por isso as expectativas são maiores. Numa situação de carência como esta, a experiência é muito mais intensa".