Última hora
This content is not available in your region

Conflito turco-grego reúne ministros dos Negócios Estrageiros da UE

euronews_icons_loading
Conflito turco-grego reúne ministros dos Negócios Estrageiros da UE
Direitos de autor  Greek Defense Ministry via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do bloco europeu estão reunidos em Berlim para estudar uma estratégia que convença a Grécia e a Turquia a recuarem naquele que pode ser um conflito de maior escala no Mar Mediterrâneo.

Em paralelo com a Alemanha, os EUA tentam agora também mediar o conflito. Donald Trump terá aconselhado ao telefone o primeiro-ministro grego a dialogar com o governo turco para "evitar desentendimentos". A confirmação da conversa informal foi dada pelo gabinete de imprensa da Casa Branca.

A Grécia volta a justificar a exploração mar´ítima com a convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar e diz querer negociar nas zonas onde não têm direitos.

"Demos ordem aos especialistas para que concluam o processo de extensão das nossas águas territoriais, também no âmbito do acordo da "Zona Económica Exclusiva" que fizemos com o Egipto. Para as áreas onde não temos acordos das Nações Unidas, vamos avançar com negociações e depois decidimos que extensões fazer no mediterrâneo.", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros da Grécia no parlamento grego.

Um diálogo que no lado turco está a ser "arrancado a ferros". Erdogan diz-se disposto a negociar mas "sem concessões".

E enquanto Itália, Chipre, Grécia e França fazem exercicíos militares no território marítimo que pertence ao Chipre, o ministério turco dos Negócios Estrangerios escrever em comunicado que qualquer movimento militar - temporário ou permanente - "constitui uma violação dos tratados de 1960". Para o governo turco, França está a encorajar os cipriotas e entrar em conflito com a Turquia, tal como a Grécia.

Em causa está a atividade no mediterrâneo. A Grécia anunciou que iria começar exercícios militares navais e aéreos numa área onde a Turquia se encontra com um navio a investigar a possibilidade de extração de petróleo.