Última hora
This content is not available in your region

Cimeira da UE: Otimismo sobre desbloqueio da "bazuca" orçamental

De  Isabel Marques da Silva  & Ana Lázaro
euronews_icons_loading
Cimeira da UE: Otimismo sobre desbloqueio da "bazuca" orçamental
Direitos de autor  OLIVIER MATTHYS/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O otimismo pairava no ar à chegada dos líderes da União Europeia a Bruxelas, quinta-feira, sobre conseguir ter operacional a 'bazuca' orçamental da União Europeia (1,8 biliões de euros) para dar resposta à crise provocada pela pandemia de Covid-19.

Na cimeira, agendada até sexta-feira, será analisada, presencialmente, uma nova declaração política sobre o mecanismo que condiciona os fundos comunitários ao respeito pelo Estado de direito.

Polónia e Hungria poderão terminar o bloqueio que criaram, há semanas, por agora poderem contar com recurso para o Tribunal de Justiça da União Europeia.

"Estamos a centímetros de chegar a um consenso. Portanto, penso que estamos muito perto de chegar a um bom acordo para a unidade da União Europeia", disse Viktor Orbán, primeiro-ministro da Hungria.

É melhor não fazer muitos prognósticos antes do fim do jogo. Mas acho que podemos todos ter confiança.
António Costa
Primeiro-ministro de Portugal

"Está a decorrer um processo para encontrar um compromisso e espero que possamos finalizá-lo nas próximas horas, parae permitir que o orçamento para os próximos anos, bem como o plano de recuperação europeu que anunciamos em julho passado, sejam aprovados e os primeiros pagamentos possam começar nas próxima as semanas", afirmou o presidente da França, Emmanuel Macron.

"Hoje estou mais otimista do que estava ontem, mas, como sabemos, nestes conselhos é melhor não fazer muitos prognósticos antes do fim do jogo. Mas acho que podemos todos ter confiança de que tudo se encaminha para termos um bom desfecho", afirmou António Costa, primeiro-ministro de Portugal.

Pandemia mas não Brexit na agenda

Os líderes debaterão, ainda, a coordenação da pandemia ao nível logístico, em termos de gestão das medidas de confinamento no que se refere a reconhecimento mútuo dos testes e regras de viagem. Articular as campanhas de vacinação é outra prioridade.

“Fizemos muitos progressos, em particular quando se trata da questão das vacinas. Mas é importante continuar os esforços para garantir que possamos distribuir as vacinas por toda a Europa”, defendeu Charles Michel, presidente do Conselho Europeu.

As negociações sobre o acordo comercial pós-Brexit foram prolongadas até domingo, segundo foi anunciado depois do jantar, quarta-feira, entre a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. Ursula von der Leyen informará os líderes sobre os detalhes dessa reunião e eventuais planos de contingência em caso de falta de acordo.