Última hora
This content is not available in your region

Dinamarquês 'Druk' conquista Academia de Cinema Europeu

euronews_icons_loading
Dinamarquês 'Druk' conquista Academia de Cinema Europeu
Direitos de autor  "Druk", Thomas Vinterberg - Nordisk Film
Tamanho do texto Aa Aa

O grande vencedor na noite da cerimónia virtual dos Prémios de Cinema Europeus. A comédia dramática dinamarquesa "Druk" (Another Round em Inglês), sobre quatro amigos, professores, que decidem testar a teoria de que podem melhor as suas vidas ao manterem um nível constante de álcool no sangue.

Melhor filme, melhor realizador, melhor argumento e mais uma consagração para Mads Mikkelsen, com o prémio de melhor ator. Thomas Vinteberg não poderia ter feito melhor depois de 7 anos a realizar o filme, durante os quais passou por um drama familiar

"A minha filha morreu durante a produção deste filme, ela adorava este projeto, era parte deste projeto, era suposto ela representar, foi feito na escola dela e a única coisa que fez sentido quando ela morreu foi de fazer este filme para ela. E o vosso prémio vai honrar a memória dela e agradeço do fundo do coração", declarou o realizador.

Na cerimónia virtual conduzida a partir do Museu Futurium, em Berlim, cidade onde fica a sede da Academia de Cinema Europeu, foi uma alemã que colheu o prémio para melhor atriz - Paula Beer.

Ganhou o titulo pelo papel no romance realizado por Christian Petzold, 'Undine', uma adaptação de um mito alemão de uma ninfa aquática que é obrigada a matar qualquer amante que a abandone ou traia.

E o documentário 'Collective' sobre uma investigação do jornal romeno Gazeta Sporturilor

a uma vasta fraude no sistema de saúde valeu-lhe a principal distinção na categoria. A recompensa para o realizador alemão de origem romena, Alexander Nanau, que abordou um tema sobre o enriquecimento ilícito de políticos e magnatas à conta da morte de cidadãos inocentes.