Última hora
This content is not available in your region

Pombas da paz chegam a Washington

euronews_icons_loading
Pombas da paz chegam a Washington
Direitos de autor  AP Photo
De  Ricardo Figueira
Tamanho do texto Aa Aa

Um símbolo de paz e reconciliação - É assim que o artista plástico alemão Michael Pendry caracteriza a instalação "Les Colombes" que fez e pode agora ser vista na catedral nacional de Washington, depois de ter passado por várias outras cidades dos Estados Unidos, Europa e Médio Oriente.

A obra é constituída por milhares de pombas de papel, feitas por pessoas de todo o mundo que o artista foi conhecendo. O processo em si é um símbolo de união.

"Comecei a envolver pessoas no processo de dobrar as pombas em todo o lado - em qualquer bar ou restaurante onde fôssemos, começávamos a dobrar pombas. Estas pombas vêm de todo o mundo. De países diferentes, pessoas diferentes, religiões diferentes. A ideia de base é essa.

Para Randy Hollerith, deão da Catedral de Washington, este é um símbolo de esperança: "Tem a ver com a beleza e com a esperança. É algo que aponta para um futuro que está a chegar, em que já não vamos estar dominados por esta pandemia", diz.

Entrevista aquando da passagem da exposição por Salisbury

A catedral está agora fechada ao público, devido à Covid-19, mas a exposição pode começar a ser vista assim que as restrições forem levantadas e até maio do próximo ano. Pendry vive e trabalha entre Londres e Munique, onde realizou as mais famosas instalações, sobretudo à base de efeitos de luz.