Última hora
This content is not available in your region

Concerto de Ano Novo de Viena: Sem público, mas com amor e esperança

euronews_icons_loading
Concerto de Ano Novo de Viena: Sem público, mas com amor e esperança
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Valsas e polcas no Salão Dourado do Musikverein de Viena: A Filarmónica de Viena quis irradiar esperança e otimismo no Concerto de Ano Novo, sob a batuta do Maestro Muti. Essa mesma mensagem foi transmitida pelo presidente da Filarmónica, Daniel Froschauer, à euronews.

Sem público, devido ao vírus, mas transmitido pela TV e internet para todo o mundo, o Concerto de Ano Novo teve a música da dinastia Strauss e seus contemporâneos.

Veja aqui o discurso de abertura de Muti

"Não é só música otimista, é por isso que esta música este ano tem um significado ainda mais profundo,porque a música de Strauss é uma música de alegria e felicidade, mas também uma música de tristeza e nostalgia", disse o maestro.

Uma das tradições do Concerto de Ano Novo é acompanhar a marcha de Radetzky (Strauss) com palmas. Este ano, pela primeira vez, isso não foi possível...

Froschauer mostrou-se feliz por poder mostrar também os compositores que viveram na mesma altura que os irmãos Strauss: "Escreveram música semelhante, mas diferente", diz.

Entre esses compositoires está o austríaco Franz von Suppé, conhecido pela opereta "Poeta e Camponês".

"Há um solo de violoncelo e esse é um momento muito especial para mim. Vejo que o maestro quase não conduz e deixa tocar o nosso violoncelista a solo. A melodia, toda a atmosfera do momento, a confiança no músico… é tudo lindíssimo", descreve Froschauer.

Para Muti, trabalhar com a Filarmónica de Viena não é uma novidade: "Em 50 anos, vi três gerações de Filarmónica de Viena, três gerações. Quando comecei em 1971, ainda havia os músicos que tinham tocado com Toscanini, com Furtwängler, com Bruno Walter, etc. Absorvi deles esta tradição do som vienense, do fraseado vienense, este som de veludo que a Filarmónica de Viena tem, que é único no mundo", conta.

Trazemos alegria, esperança, paz, fraternidade, Amor com A maiúsculo. A música não é apenas uma profissão, é uma missão para tornar a sociedade melhor.
Riccardo Muti
Maestro

Nome do jornalista • Ricardo Figueira