Última hora
This content is not available in your region

Joia da "Art Noveau" em Bruxelas

euronews_icons_loading
Joia da "Art Noveau" em Bruxelas
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Uma emblemática mansão de estilo Art Nouveau, concebida pelo arquiteto Victor Horta abriu, este fim de semana, as portas ao público em Bruxelas, revelando uma importante joia arquitetónica que remete o visitante para a glória da Belle Epoque da capital belga.

Construída entre 1895 e 1903 para o filho do industrial belga Ernest Solvay, a casa apresenta uma majestosa escadaria onde a luz natural brilha através de um vitral multicolorido.

Vitral esse que, como explica o atual proprietário Alexandre Wittamer, teve de ser reconstruído depois de ter sido estilhaçado por um míssil alemão, durante a II Guerra Mundial. Um trabalho que manteve vários mestres vidraceiros ocupados durante dois anos.

O arquiteto Victor Horta prestou especial atenção a todo o interior da mansão, desde a conceção da estrutura exposta do edifício, ao mobiliário da sala de estar, até aos puxadores das portas.

O edifício foi classificado como Património Mundial da UNESCO já no início do século XXI.