Última hora
This content is not available in your region

Universidade belga abre "Museu Temporário do Confinamento"

euronews_icons_loading
Universidade belga abre "Museu Temporário do Confinamento"
Direitos de autor  AP Photo
De  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Em muitos países, os museus estão fechados devido à pandemia de coronavírus mas, na Bélgica, a Universidade Livre de Bruxelas acaba de abrir as portas do "Museu Temporário do Confinamento".

Uma forma de desdramatizar o clima de ansiedade gerado pela crise sanitária global.

Zoe Castermans, estudante:"Há muita emoção, revivemos tudo aquilo por que passámos e continuamos a passar mas, ao mesmo tempo, com uma nota de esperança. Vemos que tem lugar num museu, por isso conseguimos rir com isso e ver as coisas numa perspetiva diferente, tal como o famoso papel higiénico... Por isso, é uma coisa boa, há otimismo."

De instalações e quadros que relembram os receios surreais da escassez de papel higiénico, às impressoras 3D frequentemente usadas nos tempos de pandemia, o museu reúne uma vasta e curiosa panóplia de obras e objetos.

Nathalie Levy, curadora das exposições na Universidade Livre de Bruxelas:"Gostávamos que as pessoas, quando passeiam pela exposição, se lembrassem das emoções que todos sentimos, tudo aquilo que temos em comum."

A universidade decidiu abrir o "museu temporário", de acesso gratuito, para marcar o aniversário da pandemia. Os organizadores dizem que ficará aberto até ao fim das restrições ligadas à luta contra a Covid-19 na Bélgica.