EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Indemnização para mulheres ciganas

Indemnização para mulheres ciganas
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cerca de 400 mulheres esterilizadas à força já foram compensadas pelo governo checo

PUBLICIDADE

Em março, o parlamento da Chéquia aprovou o pagamento de indemnizações a centenas de mulheres ciganas esterilizadas sem consentimento. Estas mulheres viveram na antiga Checoslováquia e foram vítimas da política que permitiu às autoridades públicas encorajar a esterilização. O grande objetivo era controlar a taxa de natalidade desta comunidade.

Em 2012, o Estado checo pediu desculpa, mas só agora, depois de 30 anos de luta por direitos e dignidade, o governo da Chéquia aprovou uma compensação financeira de 12 mil euros para cada uma das “vítimas”.

Elena Gorolova contou à Euronews que foi no hospital, quando estava deitada, com dor e sob sedação, que uma enfermeira apareceu com dois papéis. "Num tinha que escrever um nome masculino e um feminino para o meu filho recém-nascido, e no outro tinha que assinar para aprovar a esterilização", lembrou Gorolova . 

Sri Kumar Vishwanathan, coordenador da Associação das Mulheres Esterilizadas, considera que, desta forma, o Estado checo admite e lamenta o erro e mostra respeito em relação a este caso.

Cerca de 400 mulheres checas da comunidade cigana vão receber a compensação. A medida não tem a ver apenas com dinheiro, é também uma garantia de que nada semelhante vai voltar a acontecer.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Integração dos ciganos na Europa Ocidental exige investimento

Estender a mão aos ciganos da Europa

Projetos europeus para a inclusão dos ciganos