Última hora
This content is not available in your region

Missão espacial 100% civil vai mais longe que nunca

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
Missão espacial 100% civil vai mais longe que nunca
Direitos de autor  John Raoux/Associated Press
Tamanho do texto Aa Aa

Já saiu do Cabo Canaveral, na Florida, o foguetão Falcon 9 da empresa SpaceX, a empresa espacial de Elon Musk, levando a bordo uma cápsula Dragon Crew, batizada Resilience, onde viaja uma tripulação muito especial: É a primeira vez que uma missão espacial não leva a bordo nenhum astronauta profissional. Todos os ocupantes são civis sem experiência de voos espaciais.

A comandar a missão está o multimilionário Jared Isaacman, fundador e diretor executivo da empresa de comércio eletrónico Shift4 Payments. é ele o patrocinador desta viagem e pagou uma quantia por enquanto secreta, mas que se imagina exorbitante.

O resto da tripulação é constituído por dois vencedores de um concurso - um engenheiro de dados, Chris Sembroski, e uma geocientista, Sian Proctor - e ainda por uma médica, Hayley Arceneaux.

Nunca um voo espacial privado foi tão longe. A cápsula deve atingir uma órbita terrestre para lá da Estação Espacial Internacional e do telescópio Hubble e dar três voltas antes de regressar à terra. Esta é mais que uma missão de passeio: A tripulação irá fazer experiências médicas com com potenciais aplicações para a saúde humana na Terra e durante futuros voos espaciais.