Última hora
This content is not available in your region

Eleições "apenas para patriotas" em Hong Kong

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Eleições "apenas para patriotas" em Hong Kong
Direitos de autor  Vincent Yu/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Menos de 5000 pessoas de Hong Kong, principalmente constituintes pró-regime, elegem este domingo uma Comissão Eleitoral que irá escolher o líder do território.

Os candidatos pró-democracia estão quase ausentes nestas que são as primeiras eleições de Hong Kong, desde que Pequim reformulou o sistema eleitoral da cidade para garantir que "apenas patriotas" governem o território.

O escrutínio deste domingo elege apenas 364 deputados da Comissão Eleitoral que tem 1.500 membros.

A presidente executiva de Hong Kong, Carrie Lam, afirmou que "o objetivo de melhorar o sistema eleitoral da Região Administrativa Especial de Hong Kong é assegurar que os patriotas administrem Hong Kong. Este é um objetivo muito legítimo de qualquer eleição pública em qualquer Governo."

Os ativistas pela democracia afirmam que esta reforma política coloca Hong Kong cada vez mais alinhada com Pequim.

Quatro membros da Liga dos Social-Democratas encenaram um pequeno protesto perto de uma mesa de voto, segurando faixas criticando aquilo que chamaram de "eleições de pequeno círculo" e a pretensão de representar a opinião pública.