This content is not available in your region

Alemanha recorda ataque ao mercado de Natal em Berlim

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Alemanha recorda ataque ao mercado de Natal em Berlim
Direitos de autor  TOBIAS SCHWARZ/AFP or licensors

Cinco anos passaram e a Alemanha não esquece, como o demonstrou numa cerimónia este domingo. O atentado num mercado de Natal em Berlim fez 13 mortos e várias dezenas de feridos. O atacante - um tunisino de 24 anos - avançou com um camião sobre os transeuntes. O grupo Estado Islâmico viria a reivindicar o sucedido. O presidente alemão não evitou falar em responsabilidades.

"Temos de o reconhecer: o Estado não foi capaz de cumprir a promessa de proteção, segurança e liberdade. Está, por isso, em dívida com as vítimas mortais, os feridos e as suas famílias. Tem, portanto, o dever de perceber o que falhou, quais foram as omissões e problemas que não permitiram evitar este ataque", declarou Frank-Walter Steinmeier.

As homenagens tiveram lugar na Igreja da Memória, junto ao local do ataque, onde a torre do sino foi parcialmente destruída durante a Segunda Guerra Mundial e reerguida depois.