This content is not available in your region

Sérvios da Bósnia comemoram feriado nacional

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Sérvios da Bósnia comemoram feriado nacional
Direitos de autor  Radivoje Pavicic/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

O polémico dia nacional da República Sérvia da Bósnia voltou a ser celebrado. Vários líderes políticos, incluindo o representante sérvio na presidência tripartida da Bósnia-Herzegovina, Milorad Dodik, marcaram o dia 9 de janeiro com uma cerimónia solene. As celebrações acontecem no meio de uma grave crise política no país.

Durante os discursos, Milorad Dodik disse que "todos os movimentos nacionais, incluindo o da República Sérvia da Bósnia, têm o único objetivo de construir o seu próprio Estado". Para Dodik, a independência é possível e as dúvidas devem ser afastadas.

No desfile, que passou pelas ruas da maior cidade da região, Banja Luka, polícias armados marcharam ao lado de estudantes, veteranos de guerra e atletas.

Este feriado foi durante muito tempo considerado uma "provocação" pela comunidade muçulmana do país. A data também coincide com um feriado cristão ortodoxo sérvio. Foi esta componente religiosa que levou o Tribunal Constitucional da Bósnia a declarar o feriado ilegal por discriminar as comunidades muçulmanas bósnias e católicas croatas da região.

Na última quarta-feira, os Estados Unidos impuseram sanções financeiras a Milorad Dodik, acusado de "atividades corruptas" que "ameaçam a estabilidade" dos Balcãs e comprometem o acordo de paz mediado por Washington.