This content is not available in your region

PM italiano alerta sobre possível crise energética no país

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
PM italiano alerta sobre possível crise energética no país
Direitos de autor  Roberto Monaldo/LaPresse

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, discursou no parlamento esta sexta-feira para condenar os recentes acontecimentos na Ucrânia.

Draghi deu conta do encontro de quinta-feira do Conselho Europeu no qual participou e de uma conversa telefónica mantida com o presidente ucraniano.

"Ontem participei no encontro extraordinário do Conselho Europeu no qual o presidente Zelensky também participou. Foi um momento emocional falar com o presidente Zelensky. Ele está escondido algures em Kiev: ele disse que o tempo está a esgotar-se, que a Ucrânia está a ficar sem tempo e que ele e a sua família são alvo das forças russas invasoras", disse Mario Draghi aos deputados italianos, em Roma.

Durante o discurso, o primeiro-ministro italiano anunciou que o país poderá vir a enfrentar uma crise energética e que o governo está a trabalhar para a redução da dependência relativamente ao gás proveniente da Rússia.

Mario Draghi adiantou que a União Europeia prevê medidas mais duras caso as medidas já aprovadas não sejam suficientes para obrigar a Rússia a regressar à mesa de negociações.