Vílnius é palco de protesto contra a guerra

Protesto contra a guerra
Protesto contra a guerra Direitos de autor Mindaugas Kulbis/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Grupo de mulheres lembrou relatos de violações e violência na Ucrânia

PUBLICIDADE

Na Rússia, continua a tolerância zero para manifestações contra a guerra na Ucrânia. As novas leis castigam quem critica o exército em público com penas de prisão. Neste sábado, duas pessoas foram detidas na cidade de Khabarovsk, no sudeste do país

Na capital da Lituânia, um grupo de mulheres reuniu-se no exterior da Embaixada da Rússia para lembrar os relatos de violações e violência contra mulheres e crianças ucranianas. Os organizadores deste protesto, que durou vinte minutos, dizem que foram inspirados por um protesto semelhante realizado em Tallin, na Estónia, esta semana.

A Embaixada da Rússia em Vílnius tem sido palco de várias manifestações de apoio à Ucrânia e de condenação da agressão russa. Na semana passada, um lago perto da embaixada foi tingido de vermelho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alemanha destina à Ucrânia mil milhões de euros em ajuda militar

"Moskva" foi mesmo afundado por mísseis ucranianos

Manifestações em Varsóvia, Madrid e Estocolmo em solidariedade para com a Ucrânia