This content is not available in your region

Manifestações em Varsóvia, Madrid e Estocolmo em solidariedade para com a Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
euronews_icons_loading
Manifestações em Varsóvia, Madrid e Estocolmo em solidariedade para com a Ucrânia
Direitos de autor  Czarek Sokolowski/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Um movimento internacional de solidariedade para com a Ucrânia: milhares de pessoas manifestaram-se as ruas de Varsóvia, Madrid e Estocolmo para denunciarem a ameaça de uma guerra no país.

Na capital polaca, centenas de manifestantes ergueram a voz e os cartazes onde se lia "Estamos com a Ucrânia" pedindo justiça para o Presidente da Rússia.

Uma cidadã ucraniana na Polónia disse que pretendem que a Ucrânia seja: "um Estado democrático e pacífico. Querem a paz não apenas na Ucrânia, mas também em toda a Europa, uma vez que a guerra na Ucrânia significa perigo e guerra em toda a Europa".

Não há aqui apenas ucranianos, há também russos, representantes da maravilhosa nação russa que sabem o que significa a guerra e que sabem perfeitamente que este imperialismo, este pensamento que o presidente Vladimir Vladimirovych apresenta hoje é anti-humano.
Szymon Holownia
líder do partido Polónia 2050

Em Madrid, o ponto de encontro dos manifestantes, para denunciar a ameaça de uma invasão russa, foi na Praça de Espanha.

Um movimento de solidariedade pela paz também em Estocolmo, enquanto a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) se reúne nesta segunda-feira num encontro especial para tentar encontrar soluções para esta crise em território europeu.