EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Milhares de pessoas em várias cidades pedem fim da guerra na Ucrânia

Milhares de pessoas em várias cidades pedem fim da guerra na Ucrânia
Direitos de autor Peter Klaunzer/AP
Direitos de autor Peter Klaunzer/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, participou no protesto organizado em Berna, com um pedido especial à Suíça.

PUBLICIDADE

De azul e amarelo, a capital da Suíça acolheu, este sábado, um protesto contra a guerra na Ucrânia.

Milhares de pessoas reuniram-se em Berna para fazer ecoar mensagens de solidariedade com o país invadido, mas também para ouvir um convidado especial.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy apareceu num vídeo onde criticou bancos e empresas nacionais, como a Nestlé, por ainda manterem ligações com Moscovo e apelou aos suíços para tomar medidas contra os oligarcas russos.

Finlândia

Na Finlândia, uma associação ucraniana organizou pela quarta semana consecutiva uma manifestação contra o conflito no Leste da Europa. Centenas de pessoas marcharam em Helsínquia para exigir o fim da guerra e apelar ao apoio à Ucrânia

França

Também Paris ergueu bandeiras azuis e amarelas para contestar a invasão da Rússia. Uma manifestação que contou com muitos franceses e ucranianos. 

Em França, vivem já cerca de 20 mil deslocados da guerra. Mais estarão para vir, num a altura em que, de acordo com as Nações mais de três milhões de pessoas viram-se obrigadas a fugir à ofensiva russa.

EUA

Os apelos à paz ouviram-se ainda no outro lado do Atlântico. Centenas de pessoas participaram na iniciativa "Mothers' March", em que marcharam pelas ruas de Nova Iorque para apelar a que se salve as crianças do conflito e o fim da guerra iniciada por Vladimir Putin.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 600 pessoas detidas nas manifestações na Rússia

Protestos contra a invasão russa na Ucrânia dos EUA a Israel

Manifestações em Varsóvia, Madrid e Estocolmo em solidariedade para com a Ucrânia