This content is not available in your region

Protestos contra a invasão russa na Ucrânia dos EUA a Israel

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Protestos contra a invasão russa na Ucrânia dos EUA a Israel
Direitos de autor  Alvaro Barrientos/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

Dezenas de manifestantes pró-Ucrânia reuniram-se na praça Times Square, Nova Iorque, nos EUA, para protestar contra a guerra.

Nem a neve afastou o protesto. Dezenas de pessoas pediram à comunidade internacional que ajude a encerrar os céus ucranianos para evitar mais bombardeamentos aéreos.

Igor Ubay, é de Lviv, e saiu à rua para pedir paz no país onde nasceu. Diz que "o ser humano foi feito para viver, e não para morrer" e deixa o pedido do encerramento do espaço aéreo para evitar mais mortes.

Em israel, também se pediu paz para a Ucrânia.

Saroj Elam, manifestante israelita, é da opinião que o mundo "não está a fazer o suficiente para ajudar a Ucrânia".

Fala da Rússia como um país poderoso, com um exército grande e que é necessário que a Ucrânia tenha mais reforço nas tropas.

Também Helsínquia, na Finlândia, se ouviu o hino ucraniano num protesto. Em Madrid, Espanha, dezenas de pessoas, incluindo russos com cartazes a dizer "sou russo e estou contra a guerra" desfilaram pelas ruas com uma exigência: Que Putin acabe com a guerra.