EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Rússia abandona Ilha da Serpente, no Mar Negro

Imagem de satélite da Ilha da Serpente, no Mar Negro
Imagem de satélite da Ilha da Serpente, no Mar Negro Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Rússia abandonou a Ilha da Serpente, no Mar Negro. Moscovo diz que se trata de uma "prova de boa vontade" para a saída dos cereais da Ucrânia

PUBLICIDADE

A Rússia anunciou a retirada da estratégica Ilha da Serpente, ao largo de Odessa, no Mar Negro.

O ministério russo da Defesa diz que é uma "prova de boa vontade", para acabar com a especulação sobre o bloqueio de Moscovo à saída dos cereais da Ucrânia.

O porta-voz do Ministério russo da Defesa, Igor Konashenkov, disse: "Isto demonstra à comunidade mundial que a Federação Russa não está a impedir os esforços da ONU para organizar um corredor humanitário para a exportação de produtos agrícolas a partir do território da Ucrânia. Esta decisão não permitirá a Kiev especular sobre o tema de uma crise alimentar iminente, citando a incapacidade de exportar cereais devido ao controlo total da Rússia sobre a parte noroeste do Mar Negro".

A Ucrânia e o Ocidente têm acusado a Rússia de bloquear os portos ucranianos para impedir as exportações de cereais, contribuindo para a crise alimentar mundial.

A Turquia procurou intermediar um acordo para desbloquear as exportações de cereais da Ucrânia, mas as conversações arrastaram-se sem qualquer sinal de progresso rápido, com Kiev a manifestar a preocupação de que a Rússia pudesse usar o acordo para lançar um ataque a Odessa.

As forças russas, que ocuparam a ilha logo no início da guerra, estavam sob fortes bombardeamentos há semanas. Os militares ucranianos disseram que os últimos elementos russos fugiram em duas lanchas, após uma carga de artilharia e mísseis.

A partir da cimeira da NATO, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson comentou: "Se queriam provas da espantosa capacidade dos ucranianos de ripostar, de superar adversidades e de repelir os russos, então olhem para o que aconteceu ainda hoje, na Ilha da Serpente, onde a Rússia teve de ceder terreno novamente. No final, será impossível para Putin manter um país que não aceitará o seu domínio".

A Ilha da Serpente veio a ser a epítome da resistência ucraniana à invasão russa, quando as tropas ucranianas receberam uma exigência de um navio de guerra russo para se renderem ou enfrentarem um bombardeamento. A resposta marcou os espíritos: "navio de guerra russo", vai-te f....." . Depois, os ucranianos renderam-se.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia captura aldeia na região de Donetsk

Ataques com drones provocam vários incêndios em Kharkiv

Putin diz que não quer tomar cidade de Kharkiv