Chéquia apresenta linhas gerais do seu programa para o conselho da UE

Apresentação do programa checo para a Presidência do Conselho da UE
Apresentação do programa checo para a Presidência do Conselho da UE Direitos de autor Jean-Francois Badias/Copyright 2022 The Associated Press
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primeiro-ministro checo apresenta linhas-gerais do programa para a presidência do conselho da UE com a guerra na Ucrânia no centro das atenções.

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro checo apresentou, esta quarta-feira de manhã, ao Parlamento Europeu as linhas gerais dos seis meses de presidência rotativa do Conselho da União Europeia que arrancaram no passado dia um. São cinco as áreas prioritárias para a Chéquia: a gestão da crise dos refugiados e reconstrução da Ucrânia no pós-guerra; a segurança energética da Europa; o reforço das capacidades de defesa europeias e da ciber-segurança; a resiliência estratégica da economia europeia e a resiliência das instituições democráticas. Mas para avançar é preciso união no bloco forte europeu.

"O principal desafio, no período que se avizinha, será encontrar um forte consenso em relação às medidas que irão mitigar, tanto quanto possível, o impacto negativo das crises atuais nos nossos cidadãos".
Primeiro-ministro checo
Petr Fiala

O chefe do executivo checo acrescentava que a "inflação, a escassez de energia ou as crises alimentares são ameaças" que se enfrentam "melhor em conjunto".

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, lembrou lições do passado que podem ser também sinais para o presente.

"Vimos as imagens do início da invasão russa da Ucrânia: cidadãos ucranianos no caminho dos soldados russos, desarmados, falando com eles, por vezes gritando dado o absurdo desta guerra. Estas imagens recordam-nos uma invasão diferente, e uma fase diferente da resistência, na Europa, contra a opressão: Praga 1968".
Ursula von der Leyen
Presidente da Comissão Europeia

Na altura, como contava von der Leyen, manifestantes pacíficos enfrentaram os tanques soviéticos nas ruas de Praga a líder europeia concluía que este é o momento certo para que a Chéquia assuma a Presidência do Conselho da União Europeia.

O lema da Presidência Checa é "A Europa como missão": Repensar, Reconstruir, «reempoderar»", uma alusão ao título do discurso do antigo presidente checo, Václav Havel, de 1996 no qual este apelava aos europeus para que assumissem a responsabilidade pelos desafios ambientais, sociais e económicos globais e liderassem dando o exemplo.

Para outubro está já agendado um "Conselho Europeu Extraordinário" a decorrer em Praga.

Outras fontes • EBS

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Veja: prioridades da Chéquia para a presidência rotativa da UE

Chéquia assume presidência rotativa do Conselho da União Europeia

França: governo cede aos agricultores e adia plano para eliminar uso de pesticidas