Protestos no Irão continuam apesar de pressão das autoridades

Autoridades iranianas têm tentado demover manifestantes, mas sem sucesso
Autoridades iranianas têm tentado demover manifestantes, mas sem sucesso Direitos de autor in fiamme
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestações contra o regime de Teerão caminham para o terceiro mês consecutivo

PUBLICIDADE

No Irão, estão longe de esmorecer os protestos contra o regime. Este domingo, foram divulgadas imagens, de autoria desconhecida, que mostram um homem a arremessar um objeto incendiário contra a entrada da escola religiosa Imam Khomeini, em Bushehr.

Em dezembro, cumpre-se o terceiro mês consecutivo de manifestações, registadas à escala nacional, em diferentes cidades do país.

Na sexta-feira, na cidade de Zahedan por exemplo, gritou-se "morte ao ditador." Vários manifestantes ergueram bandeiras sem o emblema da República Islâmica, entre apelos a mais protestos no rescaldo da primeira execução de Mohsen Shekari, um manifestante acusado de ferir um paramilitar e de ter bloqueado o tráfego numa avenida de Teerão, a 25 de setembro,

Outros manifestantes poderão vir a ser sujeitos à pena capital, na sequência dos protestos provocados pela morte de uma jovem curda, detida pela polícia dos costumes por alegado uso indevido do véu islâmico.

Contra essas execuções, centenas de pessoas rumaram à embaixada do Irão em Roma, em protesto. 

Apelaram ao governo italiano a parar de negociar com aqueles que classificam com "assassinos."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sem véu xadrezistas iranianas desafiam governo islâmico

Irão lança satélite que faz parte de um programa espacial criticado pelo Ocidente

Ataque com mísseis do Paquistão contra o Irão levanta preocupações