EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Tumultos em França levam à detenção de mais de 800 pessoas

Manifestantes pedem justiça para Nahel
Manifestantes pedem justiça para Nahel Direitos de autor BERTRAND GUAY/AFP
Direitos de autor BERTRAND GUAY/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Violência cresce na terceira noite de protestos pela morte do jovem Nahel. 200 polícias ficaram feridos

PUBLICIDADE

Sobem os números oficiais da terceira noite de violência em França: 875 detenções e cerca de 200 polícias feridos. Balanço da vaga de contestação desencadeada pela morte de Nahel, um adolescente de 17 anos abatido pelas autoridades em Nanterre, nos arredores de Paris.

A maioria dos detidos são menores entre os 14 e os 18 anos e mais de metade das interpelações ocorreram na área metropolitana da capital.

Incêndios, barricadas improvisadas e pilhagens. O cenário de caos repetiu-se em várias cidades francesas. 

Nahel foi baleado por um agente da guarda quando tentava fugir de um controlo por não ter documentos. O agente foi suspenso e está em prisão preventiva, mas a onda de indignação rapidamente ganhou contornos violentos.

As autoridades francesas decretaram o recolher obrigatório nalgumas regiões e mobilizaram mais de 40 mil agentes para tentar controlar as ruas.

Esta quinta-feira, o Presidente francês, Emmanuel Macron, qualificou como "injustificável" a violência contra "as instituições e a República" e convocou um gabinete de crise para tomar medidas para restabelecer a calma.

A revolta contra a ação policial propagou-se inclusive à vizinha Bélgica onde também foram feitas várias detenções.

Nanterre, nos arredores de Paris, mantém-se epicentro da contestação e o bairro onde vivia Nahel não tem descanso, mesmo com vigilância apertada das brigadas de intervenção.

A localidade foi palco de uma marcha em memória de Nahel.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Confrontos e pilhagens em França

Quarta noite de distúrbios em França

Viaturas blindadas nas ruas de França para controlar motins