EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Crise do alojamento pressiona governo de Scholz

(arquivo)
(arquivo) Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo alemão organiza em Berlim cimeira especial para tentar responder à crise do alojamento no país

PUBLICIDADE

A crise do alojamento na Alemanha está a pressionar o governo de Olaf Scholz, que organiza na próxima segunda-feira uma cimeira especial em Berlim que reunirá peritos e líderes da indústria. 

Se, por um lado, os juros sobre os empréstimos dispararam, por outro, há uma falta de trabalhadores qualificados no setor da construção, em paralelo com uma subida em flecha dos preços dos materiais.

Tim-Oliver Müller, diretor da Federação Alemã de Construção Civil:"O setor está em baixo de forma. As pessoas estão desesperadas por casas e também precisamos de casas novas para trabalhadores qualificados vindos do estrangeiro. Estamos à espera de um conjunto completo de medidas e, sobretudo, de um chanceler decisivo que tome uma decisão clara entre os vários ministérios responsáveis pela construção na Alemanha sobre como podemos fazer avançar o alojamento."

O executivo alemão prometeu alargar as medidas para ajudar famílias a comprar casas e vai investir mais mil milhões de euros na construção de residências para estudantes e aprendizes, mas estima-se que ficará muito aquém da promessa eleitoral de 400.000 novos alojamentos por ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Angela Merkel faz 70 anos: qual a popularidade da antiga chanceler?

NATO lança centro de comando da Ucrânia na Alemanha

Alemanha "preocupada" com resultados das eleições francesas apesar da derrota da extrema-direita