EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ministro da Defesa da Rússia enaltece tropas russas que operam na região de Zaporíjia

Transeunte ao telemóvel na Ucrânia sob um enorme cartaz sobre a guerra
Transeunte ao telemóvel na Ucrânia sob um enorme cartaz sobre a guerra Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Sasha Vakulina
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, enalteceu um estranho grupo de formações armadas russas que operam na região oeste de Zaporíjia durante uma teleconferência com a liderança militar russa.

PUBLICIDADE

No seu último relatório, o Instituto para o Estudo da Guerra (ISW) sugeriu que a escolha de unidades de Shoigu pode indicar que ele busca destacar os comandantes russos que continuam a seguir as ordens da liderança militar russa para contra-ataques implacáveis.

O ISW diz: "embora seja possível que Shoigu quisesse simplesmente celebrar apenas algumas formações, ele pode ter destacado algumas destas formações por razões políticas".

Alguns milbloggers russos indicaram recentemente que os comandantes russos enfrentam cada vez mais uma escolha entre “desperdiçar” as suas tropas em contra-ataques para manter posições táticas ou enfrentar o comando militar russo recuando para posições previamente preparadas, arriscando assim as suas carreiras.

Algumas das formações destacadas por Shoigu têm contra-atacado consistentemente na linha Robotyne-Verbove.

Entretanto, o Ministério da Defesa do Reino Unido afirma que "em 28 de setembro, as forças de defesa aérea russas provavelmente abateram um dos seus próprios jactos de combate sobre Tokmak, aproximadamente 20 km atrás da atual linha da frente.

A localização é relevante porque Tokmak é uma cidade fortemente fortificada que muitas vezes acolhe quartéis-generais russos que comandam um dos setores mais intensamente contestados da linha da frente.

Esses quartéis-generais normalmente seriam protegidos com sistemas dedicados de defesa aérea de curto e médio alcance. É quase certo que estes são mantidos em prontidão muito elevada, uma vez que a Ucrânia continua a conduzir ataques profundos e eficazes contra esses locais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Familiares de soldados ucranianos em cativeiro protestam em Kiev

Pelo menos seis feridos em ataque aéreo russo a zona residencial de Kostiantynivka

Ataque aéreo em Kharkiv causa seis feridos