Sven-Goran Eriksson revela que tem cancro em fase terminal

Sven-Goran Eriksson
Sven-Goran Eriksson Direitos de autor MARK J. TERRILL/Copyright 2024 The AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Antigo treinador sueco admite que tem menos de um ano de vida, depois de lhe ter sido diagnosticado um cancro do pâncreas

PUBLICIDADE

O antigo treinador do Benfica, o sueco Sven-Goran Eriksson, anunciou que tem um cancro do pâncreas em fase terminal e que lhe resta, provavelmente, menos de um ano de vida.

O ex-treinador já tinha feito saber, em fevereiro do ano passado, que iria retirar-se da vida pública devido a problemas de saúde e abandonou o cargo de diretor desportivo nos suecos do Karlstad.

Em 2001, Eriksson tornou-se o primeiro estrangeiro a dirigir a seleção inglesa, tendo mantido o cargo de selecionador até 2006, depois de ter levado por duas vezes Inglaterra aos quartos de final do Mundial.

O sueco acumulou ainda títulos em vários clubes, como a italiana Lazio ou o Benfica, em Portugal.

Sven-Goran Eriksson treinou o Benfica em duas ocasiões: de 1982 a 1984 e de 1989 a 1992, tendo conquistado em Portugal três campeonatos, uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

OMS prevê que os casos de cancro aumentem mais de 20% na Europa até 2045

Portugueses descobrem como cortar a comunicação intercélulas e travar o cancro do pâncreas

Cancro do Cólon vitima "Pantera Negra" da Marvel