EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Samsung entra no negócio das criptomoedas

Uma pessoa passa diante de um quadro com várias taxas de "criptocâmbio"
Uma pessoa passa diante de um quadro com várias taxas de "criptocâmbio" Direitos de autor  REUTERS/ Kim Hong-Ji/ Arquivo
Direitos de autor  REUTERS/ Kim Hong-Ji/ Arquivo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Tecnológica coreana começa a produzir "hardware" para ser usado na mineração de divisas digitais como a bitcoin ou a Ethereum

PUBLICIDADE

A Samsung é a mais recente grande tecnológica a apostar no agora lucrativo negócio das criptomeodas.

Depois de se ter tornado líder mundial na produção de chips, fechando 2017 à frente da Intel, a gigante coreana anunciou agora o início da produção de "hardware" para mineração de criptomoedas como a pioneira BitCoin ou a Ethereum.

De acordo com o jornal coreano The Bell, A Samsung terá feito um acordo com uma empresa chinesa não identificado, especializada na mineração de "bits", à qual vai fornecer os circuitos integrados de aplicação específica (ASIC) na mineração de criptomoedas.

A mineraç´ão de moeda virtual significa a emissão adicional de criptomoedas gerada pela desencriptação computacional de complexos códigos de algoritmos, que permitem validar as transações efetuadas neste mercado virtual e evitar fraudes. 

A entrada da Samsung no mercado da minearação deverá abanar o setor e levar os agora concorrentes a tornarem-se ainda mais competitivos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa