Banco suíço UBS volta a tribunal

Banco suíço UBS volta a tribunal
Direitos de autor ALESSANDRO DELLA BELLA/AP2010
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Arrancou esta segunda-feira, em França, o julgamento do recurso interposto pelo maior gestor de fortunas do mundo à condenação de 2019 por lavagem de dinheiro e fuga ao fisco

PUBLICIDADE

A banca europeia está de olhos postos num tribunal francês. Arranca esta segunda-feira o recurso do banco suíçoUBS, condenado em 2019 a pagar 4500 milhões de euros por lavagem de dinheiro e evasão fiscal.

É, até à data, a multa mais pesada imposta por um tribunal a um banco na Europa. A justiça deu como provado que o UBS ajudou clientes franceses a esconderem dinheiro em offshores. Mais do que isso, considerou que a instituição angariava clientes de forma ilegal.

Com a mesma acusação, decorre na Bélgica uma investigação ao Credit suisse - outro banco helvético que terá ajudado 2650 belgas a esconderem dinheiro das autoridades.

O UBS tem a maior carteira de fortunas do mundo e declara desde o início que operou sempre dentro da legalidade.

Está previsto que o recurso seja julgado até 24 de março, mas não deverá terminar com a decisão deste coletivo de juízes. É que ambas as partes podem ainda apelar para o Supremo Tribunal de França.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mercedes-Benz recolhe 250 000 veículos devido a risco de incêndio

Uber Eats altera anúncio polémico da Super Bowl por brincar com alergias alimentares

Quem ultrapassou Elon Musk como a pessoa mais rica do mundo?