EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

"Zombies" canadianos triunfam no Fantasporto 2018

"Zombies" canadianos triunfam no Fantasporto 2018
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A euronews esteve, mais uma vez, presente no mais histórico dos festivais de cinema portugueses.

PUBLICIDADE

A caminho de soprar 40 velas, este é um festival com história. O Fantasporto fechou a edição número 38 e o palmarés reflete a tendência dos últimos anos, com destaque para as produções da Europa, América Latina e Ásia.

O prémio de melhor filme, na secção de Cinema Fantástico, foi para o Canadá - "Les Affamés" ("Os Famintos", na versão portuguesa) tem a assinatura de Robin Aubert (autor de "Saints-Martyrs-des-Damnés"). Retrata a reação de um grupo de habitantes de uma pequena aldeia do Québec ao ver a família e amigos atingidos por uma estranha praga. É um filme de zombies mais intospetivo, diferente dos estereótipos do género.

"É um filme feito de uma forma muito natural. O desempenho dos atores e o humanismo das personagens é apaixonante. A qualidade da realização é humana e detalhada no que toca à definição de cada personagem - o que é muito pouco comum em filmes de zombies", disse o realizador norte-americano Harley Cokeliss, presidente do júri da competição. Cokeliss, que apresentou aqui uma cópia restaurada (depois de o filme se ter julgado perdido para sempre...) do clássico "Dream Demon", de 1988, foi um dos homenageados com Prémios Carreira, a par dos realizadores Lauro António (Portugal) e Mauro Mendonça Filho (Brasil) e do ator Tony Ramos (Brasil).

Repetindo a tendência de outros anos, houve mais um filme sul-coreano a sair daqui com prémios. Kim Jin-muk recebeu os prémios de melhor filme e melhor argumento na Semana dos Realizadores com "True Fiction". O filme, que teve antestreia mundial aqui no Fantas, é uma thriller sobre política, crime e corrupção.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Art Paris 2024: a cena artística francesa no centro das atenções, com jovens talentos em destaque

Andrey Gugnin recebe o primeiro prémio de 150.000€ no Concurso Internacional de Piano Clássico 2024

Festival Balkan Trafik! dá destaque à Moldova e às suas minorias