EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Rodrigo Sorogoyen é estrela em ascensão no cinema europeu

Rodrigo Sorogoyen é estrela em ascensão no cinema europeu
Direitos de autor Frédéric Ponsard, euronews
Direitos de autor Frédéric Ponsard, euronews
De  Bruno SousaFred Ponsard
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Realizador espanhol falou com a euronews e partilhou as suas ambições cinematográficas

PUBLICIDADE

Em pouco mais de uma década, Rodrigo Sorogoyen tornou-se num dos nomes em ascensão no cinema europeu. O realizador espanhol visitou o berço da sétima arte, o Instituto Lumière, em Lyon, por ocasião do "Quai du Polar", festival dedicado ao género policial, e a euronews aproveitou para um dedo de conversa, onde Sorogoyen partilhou a sua visão do cinema europeu, bem distinto do que é feito do outro lado do Atlântico.

"Há pontos em comum e diferenças normais, mas não considero que seja necessário partir para uma batalha contra os EUA, uma vez que se tratam de maneiras diferentes de entender o cinema e a vida."
Rodrigo Sorogoyen
Realizador espanhol

O estilo de Rodrigo Sorogoyen salta à vista no grande ecrã e ficou bem vincado em filmes como "Que Dios nos Perdone" e "El Reino", película que em 2019 arrebatou os Prémios Goya para melhor realizador e melhor guião original.

Agora, o estilo foi transposto para o pequeno ecrã, com a série "Antidisturbios", que conta a história de uma agente de polícia responsável pela investigação de atos de violência cometidos pelas próprias forças de polícia.

Apesar dos traços comuns, Sorogoyen não quer ficar associado a apenas um estilo e admite que "gostava de mudar de género cinematográfico e, fazer todos os tipos de filmes, mesmo comédias, ficção científica e filmes de terror", apesar de admitir que "os seus últimos trabalhos rondaram todos o universo dos policiais".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon