This content is not available in your region

Ucrânia agradece vitória na Eurovisão

euronews_icons_loading
Delegação ucraniana no Festival Eurovisão da Canção
Delegação ucraniana no Festival Eurovisão da Canção   -   Direitos de autor  MARCO BERTORELLO/AFP
De  Euronews

Os ucranianos agradecem a vitória que o público lhes atribuiu no Festival Eurovisão da Canção.

Uma alegria; um incentivo; um apoio que o presidente também agradece e não hesita em utilizar politicamente.

Volodymyr Zelensky escreveu no Telegram: A nossa coragem impressiona o mundo; a nossa música conquista a Europa!

"No próximo ano, a Ucrânia vai acolher a Eurovisão, pela terceira vez na sua história e, eu acredito, não é a última.

Faremos o nosso melhor para um dia acolher os participantes e convidados da Eurovisão na Mariupol ucraniana, livre, pacífica, reconstruída!

Obrigado por terem ganho, Orquestra Kalush, e a todos os que votaram em nós!

Tenho a certeza de que o nosso acorde vitorioso na batalha contra o inimigo não está longe."

Em Turim, os ucranianos emocionam-se:

"Nem consigo descrever o quão orgulhosa estou de ser ucraniana". E estou orgulhosa do meu país. Estou orgulhosa da Orquestra Kalush, que recorda ao mundo inteiro e à Europa, que temos de nos lembrar das pessoas que estão a morrer neste momento. Mas sobre as minhas emoções, não consigo sequer descrever o quão orgulhosa estou desta vitória", diz uma senhora.

Um homem afirma: "É esmagadoramente mais importante do que qualquer outra declaração nacional. Embora a nossa cabeça esteja na Holanda, o nosso coração está na Ucrânia".

Com excertos como "encontrarei sempre o caminho de casa, ainda que todas as estradas estejam destruídas", a canção "Stefania", escolhida antes do início da guerra, ganhou um sentido especial e já se tinha tornado quase um hino na Ucrânia. Um hino com sabor a vitória.

Em Kiev, ouvem-se estas reações:

"Cada pequena vitória é importante para todos os ucranianos, para cada um de nós", diz uma residente.

Outro afirma: "Penso que o próximo Festival da Eurovisão deveria ser em Mariupol ou na Crimeia".

Esta foi a terceira vez que a Ucrânia venceu a Eurovisão. A primeira foi em 2004 e a segunda em 2016, dois anos depois da anexação da Crimeia pela Rússia, com a canção de Jamala, "1944", sobre a deportação dos Tártaros por Estaline.

Poucas horas após a vitória, o grupo Kalush Orquestra lançou nas redes sociais o vídeoclip da canção "Stefania", filmado nos bairros de Kieve que foram alvo de bombardeamentos no início da ofensiva militar russa.