A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Haiti, dois anos depois

Haiti, dois anos depois
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Esta é a realidade do Haiti, dois anos depois das câmaras de TV se terem ido embora. Centenas de milhares de pessoas continuam a viver em acampamentos onde não há educação, nem trabalho e o investimento é pouco.