A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ações da VW disparam depois de anúncio de fusão com Porsche

Ações da VW disparam depois de anúncio de fusão com Porsche
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A partir de 1 de Agosto, a Porsche vai estar a 100% nas mãos da Volkswagen. O anúncio fez disparar os títulos do maior construtor europeu esta quinta-feira em Frankfurt, valorizaram 5%, a maior subida do Dax.
O título da Porsche fechou a cair 1,24%

Os dois contrutores alemães já estavam ligados através das participações das respectivas holdings. A Volkswagen detinha, indiretamente, 49,9 % da Porsche desde 2009.

Para avançar com a fusão, Volkswagen vai ter de pagar ao fabricante automóveis de luxo quase 4 mil e 500 milhões de euros e uma ação ordinária. A operação deve traduzir-se numa poupança de 320 milhões de euros.

Há sete anos, a Porsche queria comprar a Volkswagen, na altura em dificuldades.

Mas uma recuperação espetacular da Volkswagen fez disparar o preço do título em bolsa: desde 2005, o valor de mercado quadruplicou. A Porsche, principal acionista ficou “com a corda no pescoço” por causa dos impostos sobre as mais-valias que teve que pagar.”

Em 2009, a Porsche, o construtor automóvei mais rentável do mundo só evitou a falência graças à ajuda financeira vinda do Qatar que, em troca, exigiu a fusão com a Volkswagen.

O que acontece agora. Esta união vai permitir à Porsche pagar as dívidas e aumentar os lucros da Volkswagen no próximo ano.