Última hora
This content is not available in your region

Grupo Estado Islâmico reivindica atentado contra hotel em Tripoli

Grupo Estado Islâmico reivindica atentado contra hotel em Tripoli
Tamanho do texto Aa Aa

O grupo Estado Islâmico reivindicou o ataque contra um hotel em Tripoli, esta terça-feira.

Pelo menos seis homens armados terão entrado dentro do edifício após a explosão de uma viatura armadilhada. Segundo fontes oficiais citadas pela imprensa líbia, pelo menos seis polícias e dois atacantes, de nacionalidade jordana e argelina terão sido mortos durante os confrontos.

Os restantes quatro atacantes fizeram deflagar os cintos de explosivos dentro do edifício.

Algumas testemunhas evocam a possibilidade do ataque ter visado um alto responsável político líbio que se encontaria no hotel.

Um video mostra os momentos após a explosão frente ao hotel Corinthia de Tripoli.

Os media libaneses divulgam igualmente as imagens do sistema de vigilância do hotel que mostram os supostos atacantes.

Desde há vários meses que o grupo Estado Islâmico multiplica as ameaças às autoridades da Líbia, país considerado por um dos líderes do movimento como “o portal do califado islâmico”.

Um auto-intitulado comando “Abu Anas Al-Libi” terá reivindicado o ataque desta terça-feira. Abu Anas Al-Libi, um alegado militante islamita, tinha morrido de cancro no início do mês, um ano após ter sido detido em Tripoli em outubro de 2013 e transferido para os EUA. A Al-Qaida tinha prometido há semanas, vingar a morte do militante.