EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Abdullah II visita família do piloto queimado vivo

Abdullah II visita família do piloto queimado vivo
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com AFP, APTN
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Onda de emoção na Jordânia. O Rei Abdullah II foi à cidade do piloto morto pelo Estado Islâmico, prestar homenagem.

PUBLICIDADE

Foi debaixo de uma onda de emoção que o rei Abdullah II da Jordânia chegou a Karak, a cidade 120 quilómetros a sul de Amã de onde era originário o piloto de caça capturado e queimado vivo pelo grupo extremista Estado Islâmico. O Rei deu condolências à família e prestou homenagem a Muath al-Kaseasbeh, capturado em dezembro, quando participava numa operação na Síria, e morto em janeiro.

Ao mesmo tempo, os aviões da Força Aérea jordana faziam uma nova missão militar na Síria. Ontem, o Rei prometeu uma guerra implacável contra os radicais. A primeira medida, depois de regressar dos Estados Unidos, foi reunir-se com responsáveis militares para decidir a estratégia a seguir.

A morte do piloto só foi conhecida esta semana, quando foi divulgado um vídeo que mostra al-Kaseasbeh a ser queimado vivo dentro de uma jaula.

His Majesty in Karak paying condolences to the family of our Martyr Muath Kassasbeh #IamMuath#Jordanpic.twitter.com/KIGzsZMzGV

— ديما علم فراج (@Deema22) February 5, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribos jordanas estão com o rei e ameaçam vingar a morte do piloto

Abdullah II da Jordânia: Rei essencial no xadrez geopolítico da atualidade

Blinken na Jordânia depois de encontros na Turquia e Grécia