EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Homem armado com catana é parado a tiro no aeroporto de Nova Orleães

Homem armado com catana é parado a tiro no aeroporto de Nova Orleães
Direitos de autor 
De  Francisco Marques com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Um homem armado com uma catana e inseticida em “spray” foi baleado por um polícia esta sexta-feira à noite no aeroporto de Nova Orleães, nos Estados

PUBLICIDADE

Um homem armado com uma catana e inseticida em “spray” foi baleado por um polícia esta sexta-feira à noite no aeroporto de Nova Orleães, nos Estados Unidos. Por motivos ainda desconhecidos, o homem – identificado como Richard White, de 63 anos – dirigiu-se a um posto de controlo de segurança do aeroporto Louis Armstrong por volta das 20 horas locais e, quando confrontado pelo segurança de serviço, pulverizou-o com o inseticida.

White terá tirado depois uma catana das calças e ameaçou outro segurança, que conseguiu fugir e alertar um polícia de serviço no aeroporto.

Attacker in New Orleans airport had homemade bombs in bag http://t.co/5evQctLT3f

— Reuters Top News (@Reuters) 21 março 2015

“O agente da polícia deu a volta pela saída ao encontro do indivíduo armado com a catana e alvejou-o três vezes. O polícia acertou-lhe no lado esquerdo do peito; no lado esquerdo da face; e também na coxa esquerda”, contou o xerife de Jefferson Parish, Newell Normand.

Richard White não tinha antecedentes criminais, era um motorista de táxi e sobreviveu aos disparos, ficando em situação crítica e tendo de ser operado.

Uma mulher – também segurança no aeroporto – ficou ferida sem gravidade pelos disparos do polícia.

Agents inside the home of 63 yr old man who attacked New Orleans airport TSA agent with a machete pic.twitter.com/VnIzR8lIGi

— wynton yates (@WyntonYates) 21 março 2015

Já este sábado, as autoridades revelaram que o agressor terá deixado cair um saco contendo explosivos caseiros quando foi alvejado pelo polícia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos