EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Netanyahu volta a criticar eventual acordo sobre o nuclear iraniano

Netanyahu volta a criticar eventual acordo sobre o nuclear iraniano
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Pelo terceiro dia consecutivo, Benjamin Netanyahu criticou qualquer acordo entre as grandes potências e o Irão sobre o nuclear. Desta vez, o palco

PUBLICIDADE

Pelo terceiro dia consecutivo, Benjamin Netanyahu criticou qualquer acordo entre as grandes potências e o Irão sobre o nuclear. Desta vez, o palco escolhido pelo primeiro-ministro israelita foi a Knesset, na primeira sessão parlamentar desde as legislativas onde o seu partido obteve uma confortável vitória.

Netanyahu afirmou que “a maior ameaça para a segurança e o futuro [de Israel] era e continua a ser a tentativa do Irão para se dotar de armas nucleares. E parece que o acordo que se está a formar em Lausanne abre o caminho a essa via”.

Telavive rejeita qualquer compromisso que permita a Teerão manter a capacidade para enriquecer urânio, nomeadamente através de instalações subterrâneas, do reator de Arak e de centrifugadoras aperfeiçoadas, defendendo que todo o material nuclear já enriquecido pela república islâmica em percentagens superiores às necessárias para o uso civil deve ser transferido para fora do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coluna de 120 carros faz manifestação pelos reféns em Israel

Sirenes soam em Telavive pela primeira vez em meses, depois do Hamas ter disparado rockets

Ministro israelita das Comunicações ordena a devolução do equipamento de vídeo apreendido à AP