Última hora
This content is not available in your region

Sismo provoca quase um milhar de mortos no Nepal

Sismo provoca quase um milhar de mortos no Nepal
Tamanho do texto Aa Aa

Um violento terramoto atingiu hoje o Nepal assim como várias regiões no norte da Índia.

Em Katmandu, o sismo de 7,9 na escala de Richter (cujo epicentro foi localizado a 100km a oeste da capital), provocou mais de 271 mortos e centenas de feridos, depois do abalo ter demolido dezenas de edifícios na cidade.

Segundo o ministerio do Interior nepalês, o terramoto teria provocado mais de 800 mortos e mais de um milhar de feridos, em várias regiões do país. Um saldo provisório, quando a região de Pokhara, onde se registou o epicentro, permanece inacessível.

A maioria das vítimas do terramoto seriam residentes, soterrados nos escombros de vários edifícios. O primeiro-ministro nepalês apelou já à ajuda internacional, tendo decretado o estado de emergência nas zonas mais afetadas. A Índia enviou mais de uma dezena de equipas de resgate para o território, quando várias organizações humanitárias começaram a transferir água e mantimentos para o território.

Em Katmandu, o sismo provocou o desmoronamento de uma torre do século XIX que soterrou mais de uma centena de pessoas . Há também relatos de danos avultados nos templos situados no centro histórico da cidade, classificado como património da Humanidade da UNESCO.

Os hospitais de Katmandu continuam a acolher centenas de feridos, quando os trabalhos de resgate prosseguem, dificultados por quase duas dezenas de réplicas do sismo.

O terramoto teria provocado quase meia centena de mortos, nas regiões do norte da Índia, tendo afetado também o Bangladeche e a região do sudoeste da China.

No monte Evereste, o sismo provocou uma avalanche que soterrou o campo utilizado por vários montanhistas na ascensão do pico mais alto do mundo, provocando a morte de pelo menos 18 pessoas.