EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Macedónia: Mais de 20 mil exigem a demissão do primeiro-ministro

Macedónia: Mais de 20 mil exigem a demissão do primeiro-ministro
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Mais de 20 mil pessoas juntaram-se este domingo em Skopje, capital da Macedónia, para exigir a demissão do primeiro-ministro Nikola Gruevski. Os

PUBLICIDADE

Mais de 20 mil pessoas juntaram-se este domingo em Skopje, capital da Macedónia, para exigir a demissão do primeiro-ministro Nikola Gruevski. Os manifestantes cercaram o edifício onde se situa o gabinete do chefe de Governo, o qual acusam de corrupção, escutas ilegais em larga escala e de ser a causa da fuga dos jovens do país.

#Macedonia#Skopje MT VincentTriest</a>: PM <a href="https://twitter.com/hashtag/Gruevski?src=hash">#Gruevski</a> is surrounded by protestors. <a href="https://twitter.com/hashtag/protestiram?src=hash">#protestiram</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/%D0%BF%D1%80%D0%BE%D1%82%D0%B5%D1%81%D1%82%D0%B8%D1%80%D0%B0%D0%BC?src=hash">#протестирам</a> <a href="http://t.co/CtmyB3iM38">pic.twitter.com/CtmyB3iM38</a></p>&mdash; tanja malle (scharlatanja) 17 maio 2015

Os ministros do Interior e o dos Transportes mais o chefe dos serviços de informação apresentaram terça-feira a demissão. O primeiro-ministro Gruevski falou no sábado e recusou ceder ao que diz serem protestos promovidos por serviços secretos estrangeiros.

Na rua, ainda assim, mudança é mesmo a palavra de ordem. “Nós precisamos de uma mudança em definitivo para que a Macedónia possa entrar no trilho certo”, defendeu Milco, um dos manifestantes. Uma outra, Bisera Srbanovska, afirmou: “Quero que o Governo caia e que o primeiro-ministro Nikola Gruevski se demita assim como todos os ministros. Quero que a verdade seja conhecida.”

Entre os manifestantes, destacaram-se muitas bandeiras albanesas, que representam cerca de um quarto dos pouco mais de dois milhões de habitantes da Macedónia.

Albanian, Turkish & Macedonian flags together united as one during the #Skopje protest in Macedonia pic.twitter.com/42Zce7UFs1

— Ramadan (@iamRamadan_) 17 maio 2015

A manifestação antigoverno em Skopje aconteceu cerca de uma semana após uma operação policial em Kumanovo, no norte do país, contra alegados rebeldes de etnia albanesa, ter terminado com mais de vinte mortos, três dezenas de feridos e o receio de um novo conflito étnico na Macedónia similar aos ocorridos há 14 anos nesta mesma antiga república jugoslava.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Algumas notas sobre a Antiga República Jugoslava da Macedónia

Geórgia numa encruzilhada à medida que lei da influência estrangeira aprofunda divisões

Forças de segurança realizam operações na capital da Nova Caledónia para controlar onda de violência