Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

A Coreia do Norte de novo na "mira" de Washington e Seul

A Coreia do Norte de novo na "mira" de Washington e Seul
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Washington e Seul reforçam a aliança militar com os olhos postos na Coreia do Norte. De visita à capital sul-coreana, o secretário de Estado norte-americano John Kerry, evocou a possibilidade de aplicar novas sanções a Pyongyang.

Kerry reuniu-se com a presidente Park Geun-hye para preparar a reunião de junho entre a chefe de estado e o presidente Barack Obama, com uma prioridade na agenda dos dois países:

“Estamos unidos na determinação de contrariar qualquer ameaça da Coreia do Norte que, com o seu comportamento recente tem mostrado falta de vontade em ser razoável e regressar à mesa das negociações sobre o seu programa nuclear”.

Desde há 10 anos que a suspensão das negociações sobre o fim do programa nuclear norte-coreano contrasta com novas provocações de Pyongyang.

O regime comunista anunciou recentemente ter testado um míssil balístico lançado de um submarino, um ensaio visto como uma enésima ameaça à Coreia do Sul e ao seu aliado norte-americano.