EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

China: Festival da carne de cão gera polémica mundial

China: Festival da carne de cão gera polémica mundial
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com AFP, Slate, Metro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Celebridades e anónimos de todo o mundo protestam, usando o "hashtag" #StopYulin2015.

PUBLICIDADE

Na China, comer um cachorro quente é uma frase que pode ser levada à letra, sobretudo em Yulin, no sul do país, onde todos os anos se organiza o muito polémico festival da carne de cão. Só para este festival, todos os anos são mortos cerca de dez mil cães, na maioria roubados ou apanhados nas ruas.

Um grupo de pessoas que se manifestavam contra o festival foi disperso por desconhecidos: “Estes cães e gatos são roubados, não podem cometer este crime contra os animais e contra a segurança alimentar. As autoridades, em vez de fazerem o que devem, tiram-nos as nossas faixas”, queixa-se uma manifestante.

Apesar da aparente crueldade que envolve esta celebração, há quem defenda o festival: “Não há lógica nenhuma em proibir. Você come bifes. Se fizessem uma lei a proibir comer bifes, acharia bem?”, Pergunta um vendedor de cães.

Os ativistas mobilizam-se. Uma professora reformada fez uma viagem de mais de 1000 quilómetros e gastou cerca de 1000 euros para salvar 100 cães (foto abaixo).

Anónimos e celebridades do mundo inteiro estão a mostrar, nas redes sociais, indignação contra esta festa, através do “hashtag” #StopYulin2015.

Whether you're an atheist or believer, vegan or hunter, you must agree that torturing a dog then skinning it alive is wrong. #StopYuLin2015

— Ricky Gervais (@rickygervais) June 20, 2015

#StopYuLin2015 Toutes les espèces méritent notre empathie - All species deserve our empathy #StopKillingpic.twitter.com/rAmcYuwR5R

— FONDATION B. BARDOT (@FBB_PORTEPAROLE) June 21, 2015

@lamurgette une horreur d'un autre temps !!! Épouvantable. #StopYuLin2015#StopYulin

— Audrey PULVAR (@AudreyPulvar) June 21, 2015

#StopYuLin2015 This IS NOT about EATING dogs, this about PSYCHOPATHS & SADISTS satisfying their DEMONIACAL CRUELTY. pic.twitter.com/rSFwJVR86A

— Vivian Kubrick (@ViKu1111) June 21, 2015

People #StopYulin2015#StopYulinFOREVERpic.twitter.com/Ezh4nyNzXP

— Patrick Kluivert (@PatrickKluivert) June 20, 2015

Galeria de fotos

Cães

Protesto

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Consumo de carne de cão gera manifestações opostas

Coreia do Sul come menos cão e adota mais

Comprar peças originais sem ir à falência: bem-vindos à feira de arte acessível de Hong Kong