Grécia: líder eurocético da Unidade Popular convidado a formar governo

Grécia: líder eurocético da Unidade Popular convidado a formar governo
De  Rodrigo Barbosa com EFE / Reuters / AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O eurocético Panagiotis Lafazanis, líder do novo partido da esquerda radical grega Unidade Popular, composto pelos dissidentes do Syriza, recebeu

PUBLICIDADE

O eurocético Panagiotis Lafazanis, líder do novo partido da esquerda radical grega Unidade Popular, composto pelos dissidentes do Syriza, recebeu esta segunda-feira do presidente Prokopis Pavlopoulos o mandato para formar governo.

Uma formalidade prevista na Constituição mas que, segundo os analistas, está condenada ao fracasso e deverá apenas confirmar as legislativas antecipadas, provavelmente a 20 de setembro.

Lafazanis frisou que pretende “usar o mandato para mostrar que a única coisa boa para o país é um novo parlamento, que seja consistentemente anti-resgate”.

Os conservadores da Nova Democracia, principal formação da oposição, também não conseguiram formar governo na sequência da demissão do executivo conduzido por Alexis Tsipras.

O líder do Syriza espera que o sucesso na obtenção de um novo plano de resgate para a Grécia e a grande popularidade de que ainda goza lhe permitam voltar a vencer as eleições.

Tsipras demitiu-se no passado dia 20, depois de perder a maioria parlamentar devido à dissidência de 25 deputados, opostos ao novo acordo com os parceiros da Zona Euro, o que abriu a via ao escrutínio antecipado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nova lei grega exclui casais homossexuais de serem pais biológicos

Grécia: Catástrofes naturais e subida dos preços em flecha podem ser decisivos nas Autárquicas

Grécia: do inferno à prosperidade