Mundial de Surf: Jeremy Flores vence Gabriel Medina na final do Taiti

Mundial de Surf: Jeremy Flores vence Gabriel Medina na final do Taiti
De  Francisco Marques com World Surf League
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Jeremy Flores venceu, esta quarta-feira, a sétima etapa do circuito mundial de surf. O surfista natural da Ilha de Reunião é o primeiro francês a

PUBLICIDADE

Jeremy Flores venceu, esta quarta-feira, a sétima etapa do circuito mundial de surf. O surfista natural da Ilha de Reunião é o primeiro francês a vencer uma etapa do Mundial nas ondas do Taiti, na Polinésia francesa.

Flores derrotou na final o atual campeão da Liga mundial de surf, o brasileiro Gabriel Medina. Na primeira das duas ondas da final, o francês conseguiu 9.87 pontos e colocou enorme pressão sobre Medina.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_PT/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));> #BillabongProTahiti winner Jeremy Flores2015 GoPro Challenge

Posted by World Surf League on Quarta-feira, 26 de agosto de 2015

O brasileiro não foi além dos 7.17 pontos e, na segunda onda fez ainda pior, 6.03 pontos, somando no total 13.20 pontos.

Na segunda onda, Flores ainda conseguiu 7 pontos, somou 16.87 e venceu com clareza esta sétima etapa, na qual, para chegar à final, afastou os norte-americanos C. J. Hobgood, nas meias-finais, e a grande estrela do circuito, Kelly Slater, nos “quartos”. O triunfo permitiu ao francês subir ao 7.° lugar do ranking mundial.

A photo posted by Jeremy Flores (@floresjeremy) on Aug 25, 2015 at 9:44pm PDT

O segundo lugar também permitiu a Medina escalar o top mundial. O brasileiro saltou do 15.° para o 10.° lugar, num ranking liderado pelo compatriota Adriano Souza, eliminado no Taiti logo à terceira ronda pelo também brasileiro Bruno Santos.

Com o novo “domador de tubarões” do circuito, o australiano Mick Fanning, em segundo, o top 10 do Mundial de surf é dominado pela língua portuguesa. Além do líder e agora do 10.°, há mais dois brasileiros na lista: Filipe Toledo é o 5.° do “ranking” mundial e Italo Ferreira o 8.°, com os mesmos pontos do australiano Josh Kerr.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Teddy Riner campeão em Paris pela oitava vez

Clarisse Agbegnenou e Matthias Casse triunfam no Grand Slam de Paris

Judocas da casa brilham no Grand Slam de Paris