EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Áustria: Carrinha com jovens afegãos tinham as portas soldadas

Áustria: Carrinha com jovens afegãos tinham as portas soldadas
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com Reuters, El Mundo, Ansa, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os 24 adolescentes afegãos estavam fisicamente muito debilitados quando foram salvos da carrinha

PUBLICIDADE

A polícia austríaca divulgou, esta quarta-feira, imagens da carrinha donde, na noite de segunda para terça-feira, foram salvos 24 refugiados afegãos.

Desta vez, evitou-se o pior. A carrinha chamou a atenção das autoridades quando tentou evitar uma operação policial rodoviária.

Thomas Keiblinger, da polícia de Viena, recorda a forma como os clandestinos foram descobertos: “Foi horrível. Estavam apinhados, em cima uns dos outros e sem qualquer hipótese de abrir a porta a partir do interior. As portas estavam soldadas e as janelas tinham barras. Não podiam sair sozinhos.”

No interior, encontravam-se 24 adolescentes afegãos, maioritariamente rapazes, fisicamente muito debilitados.

Quanto ao “motorista saltou do veículo e fugiu”, prossegue o mesmo agente, que continua: “ A polícia perseguiu-o e ainda disparou, mas ele fugiu. Foi o cão de uma mulher-polícia que descobriu o homem, escondido. Trata-se de um romeno, de 30 anos, que, apesar de resistir, acabou por ser detido.”

Na vizinha Hungria, entretanto, já foram presentes a tribunal os quatro homens detidos por suspeita de terem participado no transporte dos 71 clandestinos encontrados mortos, a semana passada, dentro de uma carrinha, igualmente, na Áustria.

As vítimas mortais, entre as quais oito mulheres e quatro crianças, tinham documentação síria.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Áustria: Polícia tenta localizar dono de camião com corpos de refugiados

Cerca de 5 milhões em situação de insegurança alimentar no Haiti devido a violência

Israel lança ataque no hospital Al-Shifa e faz vários mortos