A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Migrantes: Roma, Berlim e Paris querem "forte resposta europeia"

Migrantes: Roma, Berlim e Paris querem "forte resposta europeia"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Itália, Alemanha e França pedem uma “forte resposta europeia” à crise migratória. Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos três países assinaram uma carta comum onde reclamam uma revisão do direito ao asilo na Europa e denunciam as insuficiências do sistema em vigor.

O documento de cinco páginas foi enviado à chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, com o objectivo de ser debatido na reunião informal de ministros dos Negócios Estrangeiros prevista para sexta-feira e sábado no Luxemburgo.

Na carta, Paolo Gentiloni, Frank-Walter Steinmeier e Laurent Fabius defendem uma harmonização das condições de acolhimento dos que pedem asilo nos diferentes Estados-membros, bem como a “repartição equitativa dos refugiados no território europeu”.

Segundo Roma, Berlim e Paris, a União Europeia deve reforçar “imediatamente” o apoio aos países na primeira linha, como a Itália e a Grécia, e deve avançar com uma política ambiciosa e dotada de meios com destino aos países de origem da maioria dos migrantes, como a Síria.