EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

A tragédia de Bodrum contada pela tia das crianças

A tragédia de Bodrum contada pela tia das crianças
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A tia das duas crianças que se afogaram ao largo da Turquia com a mãe, quando o barco em que tinham partido de Bodrum rumo à ilha grega de Kos se

PUBLICIDADE

A tia das duas crianças que se afogaram ao largo da Turquia com a mãe, quando o barco em que tinham partido de Bodrum rumo à ilha grega de Kos se afundou, contou aos jornalistas que tinha pedido, no Canadá, o estatuto de refugiado para a família curda, mas que o pedido foi recusado.

As autoridades canadianas afirmam não existir registo de tal pedido.

Tima Kurdi contou que o irmão embarcou com os filhos – Aylan, de 3 anos, Galip, de 5 – e a mulher, Rehan, de 35, num bote que já estava sobrelotado:

“Havia 12 pessoas a bordo. Ele queixou-se ao passador, disse-lhe que estava a pagar o dobro e que não podia carregar mais 12 pessoas no bote, que seria peso demais. O passador respondeu-lhe ‘não há razões de preocupação, fizemos isto centenas de vezes e é seguro’.”

Os caixões com os corpos foram transportados para Istambul na madrugada de sexta-feira.

O pai das crianças, Abdullah Kurdi, viajou no mesmo avião. Os caixões serão enviados, através de Sanliurfa, para a cidade síria de Kobani, onde as crianças serão enterradas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mundo inteiro chocado com fotografia do pequeno Aylan

Aylan não está sozinho

Dois soldados israelitas mortos em ataque do Hamas na Faixa de Gaza