EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Estado Islâmico recruta crianças

Estado Islâmico recruta crianças
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O grupo Estado Islâmico está a recrutar rapazes para o seu exército jihadista. Estes “Filhos do Califado” têm entre 5 e 15 anos, recebem aulas de

PUBLICIDADE

O grupo Estado Islâmico está a recrutar rapazes para o seu exército jihadista.

Estes “Filhos do Califado” têm entre 5 e 15 anos, recebem aulas de religião e são treinados para se tornarem na nova geração de combatentes jihadistas. Sobretudo ensinam-nos a obedecer ou a morrer.

Alguns conseguem fugir e contam histórias dramáticas de como é a vida nos campos de treino do grupo Estado Islâmico.

“Eles ensinaram-nos a cortar gargantas e como nos fazermos explodir. Colocamos a mão na testa, levantamos a cabeça para cima, colocamos a faca no pescoço e abatemo-los. Quanto àquela coisa amarrada na cintura, dizem-nos para puxar uma peça de metal, branca, que detona de imediato. Também nos ensinaram a puxar o anel na parte superior de uma granada e a atirá-la, imediatamente, senão explode connosco”, conta Raghib al-Yas Ahmed, de 14 anos.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, pelo menos quatro centenas de crianças estão nos campos de treino do grupo Estado Islâmico.

Os “Filhos do Califado” são sujeitos a uma autêntica lavagem cerebral, como conta Raghib. “Qualquer um que complete a formação no campo é enviado para um segundo campo para obter um treino mais rigoroso antes de ser enviado para lutar em Kobani. Eles dizem-nos que vamos lutar contra os Yazidis, matá-los, porque eles são infiéis e se morrermos vamos para o céu enquanto eles vão para o inferno.”

O grupo Estado Islâmico publicou, na internet, vídeos onde jovens, com menos de 15 anos, aparecem de uniforme, a terem aulas de religião e a manipularem armas de fogo.

Um dos visados é Hamada Shihab Ahmed, de 10 anos. “Somos mais de 80 crianças Yazidis no acampamento, além das crianças muçulmanas. Crianças de 5, 6 anos de idade até aos 15 anos. O meu primo, que tem 15 anos, continua lá. Treinamos de manhã à noite no Instituto Farouq para Crianças e as nossas fotos e vídeos foram publicados numa página do Facebook. Ensinam-nos religião e quem não aprender é punido. Os castigos incluem espancamentos e ficar horas ao sol. Acordam-nos às 4 horas da manhã para rezar, vigiam-nos e punem aqueles que não conseguem acordar. A comida era muito escassa. Comemos uma refeição por dia”, recorda.

As crianças tornaram-se numa arma importante na propaganda do grupo Estado Islâmico.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos pelo menos 120 adultos aderiram ao exército jihadista entre 1 de janeiro e 23 de março, de 2015.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado

Ataque israelita destrói consulado iraniano em Damasco e mata alta patente militar