A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Refugiados: Merkel apela à solidariedade dos alemães

Refugiados: Merkel apela à solidariedade dos alemães
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A véspera de Ano Novo foi dia para milhares de migrantes ultrapassarem mais uma etapa na busca de paz e estabilidade no coração da Europa.

Na Sérvia, com a ajuda de voluntários da Cruz vermelha, e outras associações, o Pai Natal ainda continua a distribuir presentes a muitos viajantes que procuram o estatuto de refugiados para poderem refazer a vida.

Para a maioria do mais de um milhão de migrantes que entraram na Europa este ano, o pior já passou.

Em Berlim, a chanceler alemã abordou o tema incontornável dos refugiados no discurso de fim de ano.

“Não há dúvidas que o afluxo de tantas pessoas vai ainda exigir mais de nós, mais tempo, esforço e dinheiro. Os nossos valores, as nossas tradições, a nossa compreensão da lei, a nossa língua, as nossas regras e regulamentos sustentam a nossa sociedade e são exigências fundamentais para uma coexistência pacifica e respeitosa de todas as pessoas no nosso país”, disse Angela Merkel.

Na Grécia, só esta quinta-feira, chegaram ao porto de Pireus, provenientes de várias ilhas, 3500 migrantes.

O afluxo de pessoas a fugir da guerra e da pobreza deverá continuar em 2016.